FAÇA SUAS COMPRAS PELO NOSSO BLOG.

Top30 Brasil - Vote neste site!
FAÇA SUAS COMPRAS PELO NOSSO BLOG. Concurso de sites Top30.
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Político colombiano é encontrado degolado pela polícia

Já pensaram se a moda pega por aqui?

Projeto de Lei descentraliza a Rouanet***

*** Retirado do blog "capimseco", por Pedro Thiago.

Na última quarta feira o Ministro da Cultura Juca Ferreira entregou à Câmara dos Deputados o projeto de lei de Fomento e Incentivo à Cultura, que contará com um aporte inicial de R$ 800 milhões de reais e será o principal mecanismo de custeio de projetos culturais.

Muitos projetos culturais não conseguem captar recursos por não terem apelo comercial. Aprovado o texto, o financiamento dos projetos culturais serão diretos, sem a necessidade de captação de recursos, eliminando a procura por investidores, acabando com o formato comercial de muitos projetos, democratizando o acesso aos recursos.

Hoje a maioria dos projetos captados atendem a padrões mercadológicos e envolvem atores globais e artistas já consagrados para darem retorno aos investidores. A captação é concentrada para estas produções. Segundo o Minc, de 2003 a 2007 apenas 3% dos proponentes concentraram 50% dos recursos captados.

Além de desigual, pois as regiões Sul e Sudeste ficam com 80% da verba captada, há baixa participação das empresas do setor privado: de cada 10 reais captado, apenas 1 real é dinheiro privado. O restante vem da renuncia fiscal.

O que se espera é a aprovação de projetos que realmente atendam as necessidades e valorizem a cultura do povo brasileiro

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

O Samba de Belo Horizonte fecha o ano com R$ 2 milhões aprovados na lei estadual de incentivo à cultura

Retirado do blog capimseco



O ano de 2009 chega ao seu fim com grandes conquistas para a produção musical brasileira.

Lá em Brasília o Senado aprovou o projeto que reduz os impostos para empresas com atividades culturais, enquadrando-as no sistema SIMPLES. De 17,5% a alíquota foi reduzida para 6%. O Vale Cultura, política pública voltada para o consumo de bens culturais, que ainda será votado na Câmara com grandes chances de ser aprovado, atenderá pessoas que recebem menos de 5 salários mínimos e injetará cerca de R$ 7 bilhões por ano no setor cultural.


Destaque também para produção independente que através de articulações como o Circuito Fora do Eixo consegue circular e promover os artistas independentes. Uma cena articulada e consciente de seus objetivos, agindo de forma integrada, em rede, formada por vários coletivos culturais nos estados brasileiros e que na Feira da Música Brasil em Recife, no início de dezembro mostrou-se ser outra realidade, realmente fora do eixo das grandes gravadoras e Rio-São Paulo.


Mas batamos palmas para o samba de Belo Horizonte, que a cada dia tem uma produção mais profissional, com grandes iniciativas como o “Samba do Compositor”, a “Roda Viva” o festival “O Samba Bate Outra Vez”, dando suporte aos novos compositores e músicos do samba da capital.


Para o ano de 2010 foram 15 projetos relacionados ao samba aprovados na lei estadual (Minas) de incentivo, totalizando cerca de R$ 2 milhões (R$ 2.262.361,00) para captação para os projetos.


Entre esses destacamos o projeto “Eu Canto Samba” – Turnê Roda Viva, pleiteado pela cantora Marina Gomes. A Roda Viva foi uma iniciativa de compositores e músicos de BH, com auxílio de Serginho Divina Luz, que disponibilizou seu terreiro para as rodas de samba, onde compositores como Dé Lucas, Gabriel Goulart, Arthur Carvalho, Fábio Martins, Marina Gomes, Pedro e tantos outros expõem suas canções.


A cantora do grupo Capim Seco, Michelle Andreazzi também aprovou o projeto de seu CD solo, “A Cantadeira”.
Esse vigor do samba mineiro mostra que cada vez mais acreditamos em nosso samba, sem esquecer do Rio ou da Bahia, mas valorizando o nosso produto. O ano promete, que venha 2010!

SÁBADO É DIA DE "PRINCÍPIO DO INFINITO".

O SAMBA COMEÇA ASSIM.

TODOS OS SÁBADOS O GRUPO SE APRESENTA NO "PIZZA BAR" DE 17:00hs AS 22:00 hs. APÓS AS 22:00 hs, HÁ UM REVESAMENTO DE GRUPOS ( CADA SÁBADO UM) QUE TAMBÉM FAZEM SAMBA DE BOA QUALIDADE.
AV. CONTORNO, 1636 - FLORESTA
INFO: 3274-3136

PRINCÍPIO DO INFINITO

(RJ) Grande show 2ª arrecada fundos para Walter Alfaiate

Por Eugênia Rodrigues

Atenção, pessoal! Nesta segunda (21), um mega show toma o Circo Voador, em apoio ao cantor e compositor Walter Alfaiate.
Como já divulgamos aqui na Agenda, nosso querido mestre está internado. A fim de ajudá-lo, soltarão a voz Alcione, Alex Ribeiro, Aline Calixto, Ana Costa, Arlindo Cruz, Cláudia Nunes (filha), Diogo Nogueira, Dorina, Dudu Nobre, Galocantô, Leandro Sapucahy, Monarco, Moyseis Marques, Nilze Carvalho, Noca da Portela, Rogê, Sombrinha, Tia Surica, Velha Guarda da Portela, Wilson Moreira e vários outros. É uma constelação.
Quem está no Rio e é do samba tem obrigação de ir!
Ao contrário do que alguns comentaram, este show NÃO É para custear o tratamento de saúde do Walter. Sua filha, a cantora Cláudia Nunes, avisa que ele está sendo muito bem tratado pela equipe do Hospital Estadual Aloysio de Castro, no Humaitá.
O evento reúne verba para as despesas pessoais do compositor, o qual, desde que adoeceu, não está obviamente podendo fazer shows (como aluguel, condomínio, contas de sua casa e de seu ateliê).
Lembrando que o Magnata Supremo da Elegância Moderna está precisando de doadores de sangue, conforme divulgamos aqui.
Ah! O pessoal do Circo vai preparar um vídeo para ele assistir depois, no hospital.

"Olha aí,Toda a minha gente reunida!
Parece que está bem sucedida
E que atingiu o seu ideal
Olha aí.
Veja a euforia, com é grande!
Note como o pessoal se expande,
Num gesto tão humilde e leal
Olha aí, ..."

(Música "Olha aí", de Walter Alfaiate, Mical e Miúdo, muito bem lembrada pelo pessoal.)

Serviço:
Segunda, dia 21 de dezembro 2009
Horário de abertura dos portões: 19 horas.
Horário de início do show: 20:00 hs.
Preços: R$ 15 estudante ou com e-Flyer (é a filipeta imprimível no sítio do Circo; entrei agora e ainda não tinha).
Pagamento somente em dinheiro.
Classificação: 18 anos (12 a 17 anos somente acompanhado dos pais).
Bilheterias:
Terça à Quinta, das 12h às 19h;
Sexta, das 12h às 24h (exceto feriados).
Sábado, 2h antes do evento.
Mais informações: Circo Voador - Tel.: 021.2533-0354 - Rua dos Arcos, S/N - Lapa

ATITUDE*

Por Mestre Afonso**

Compositores e cantores da velha guarda do samba e do choro brasileiro desembarcaram em Brasília para pleitear a criação de uma aposentadoria especial para músicos. Os artistas se queixam da falta de rendimentos mensais, o que os obriga a fazer diversos shows para sobreviver em plena terceira idade.
A ‘comissão de frente’ é formada por importantes nomes como os sambistas Nelson Sargento, Noca da Portela, Agenor de Oliveira, Wilson Moreira, Paulo Debétio e Delcio Carvalho. Na ala feminina, estão Adelaidade Chiozzo, Ademilde Fonseca e a filha Eymar. De São Paulo, foi Oswaldinho da Cuíca, dos Demônios da Garoa. Doente, Walter Alfaiate não viajou com o grupo. “O compositor brasileiro de qualquer ritmo não tem profissão regulamentada. Assim, não podemos receber aposentadoria, 13º salário, plano de saúde e outros benefícios”, diz o mangueirense Nelson Sargento, 85 anos.
Agenor de Oliveira, 60, ressalta que a dificuldade financeira acontece, principalmente, para os músicos que já são da terceira idade. “Os compositores mais novos podem iniciar a carreira com a adesão a um plano de previdência privada”, observa.
A proteção aos artistas não é uma novidade. Ela já existe em países como a França e a Bélgica. Os franceses possuem uma espécie de fundo onde é feito o depósito de uma taxa cobrada pelos shows realizados por artistas da ativa. Na Bélgica, eles têm direito a um seguro-desemprego.
NR: Era sobre isto que eu falava no Dia Nacional do Samba. Ao invés ou paralelamente às comemorações, atos políticos e sociais devem ser praticados pelos sambistas, em todo o país. No nosso caso – Belo Horizonte – a situação é mais séria porque estamos fora do eixo Rio-São Paulo, não temos a força política de outros estados e cidades que defendem a cultura com unhas e dentes. Nossos espaços musicais são limitadíssimos, enfim, nossos músicos – principalmente os da terceira idade - não têm nenhum amparo e suas oportunidades de trabalho foram muito reduzidas, por vários aspectos.
Comemorar o Dia Nacional do Samba, mesmo que esse dia nada tenha a ver com a história do samba, é justo, necessário até. Mesmo porque durante séculos fomos jogados (o samba e os sambistas) para os guetos, perseguidos e massacrados principalmente pela música internacional, que invadia nossas rádios, ocupando nossos espaços.
Mas é preciso que aproveitemos o momento em que o samba é abraçado por toda a nação, pra nos posicionarmos de forma mais firme e definitiva em relação aos nossos inúmeros problemas. Aqui não falo dos grandes nomes do samba, eles, graças a Deus e à sua luta própria, já alcançaram seu lugar ao sol. Falo em nome da rapaziada da “cozinha”, que às vezes só tem no samba o meio para obter o pão de cada dia.

Obrigado, meu Deus, pela honra e a glória de ter nascido sambista
** Afonso publica periodicamente essa coluna no blog de Zu Moreira, de onde retiro .

Big Ronie é Coisa Nossa

retirado do blog de Zu moreira

"Ronaldo Antônio da Silva, Ronaldo do Opção, Big Ronie ou simplesmente Ronaldo Coisa Nossa.
O bamba, dono de uma voz poderosa e de um suingue tremendo, acaba de lançar seu site: www.ronaldocoisanossa.com.br, com biografia, discografia, fotos, vídeos e textos. Vale a pena acessar e conhecer um pouco mais de sua história, uma bela prova de resistência.
Quando fui entrevistá-lo para o especial de samba, pelo extinto Diário da Tarde, o que mais me impressionou foi a ligação dele com o rock. Muita gente não sabe, mas Ronaldo ou Big Ronie, seu apelido na época, era uma espécie de anjo da guarda dos irmãos Venturini (Flávio e Cláudio), nos tempos da banda os Turbulentos, embrião do 14 Bis. Os ensaios eram na lage da casa de seu Ronaldo, no Caiçara, onde hoje é o Bar Opção, um dos templos do nosso samba.
Em um projeto audacioso, acaba de lançar dois Cds, bem autorais, intitulados “Sob o Signo do Samba” e ”Gotas”, cada um com 12 composições. O show de lançamento, porém, só no ano que vem, provavelmente, em fevereiro. Vamos aguardar."

(RJ) Buraco do Galo recebe Zé Luiz do Império domingo na Casa Rosa

Por Eugênia Rodrigues

A Feijoada do Projeto Raízes, na Casa Rosa, apresenta os músicos do Buraco do Galo neste domingo, dia 20.
Participação especial do querido compositor e cantor Zé Luiz, Presidente da Velha Guarda do Império Serrano.
Serviço:
Casa Rosa Cultural (página oficial aqui)
Rua Alice, 550 – Laranjeiras
Informações: 2557-2562
Horário: 17h
Quintal: Roda de samba com Buraco do Galo, participação Zé Luiz do império
Pista 1: Banda Bandeira 2. Depois da apresentação: DJ Zédoroque (sambalanço e black music)Pista 2: DJ Haron Dufau (ritmos brasileiros e funk) e DJ Edna Carvalho (forró)
Preços:
Entrada com feijoada: Até 21h - R$ 25,00
Entrada sem feijoada: Até 19h - R$10,00 Após 19h - R$ 15,00 (mulher) / R$ 20,00 (homem)
C/C Visa e Mastercard.
Capacidade: 800 pessoas.

(RJ) Bateria da Mangueira sábado na Feijoada do Império Serrano

Por Eugênia Rodrigues

A Mangueira será a atração da Feijoada Imperial no próximo sábado, 19 (a última Feijoada Imperial do ano). A Estação Primeira de Mangueira se fará presente com seus intérpretes, passistas e o casal de mestre-sala e porta-bandeira da verde-e-rosa, além dos ritmistas da 'Bateria Surdo Um'.
A verde e rosa será recepcionada pelo grupo Senzala, Jorginho do Império, Andréia Caffé e Conceição de Almeida. A noite se encerra com a apresentação da 'Sinfônica do Samba', como é chamada a bateria do Império Serrano, bem como dos passistas, intérpretes e do casal de mestre-sala e porta-bandeira da Verde-e-Branca da Serrinha.
A Feijoada Imperial, sucesso há mais de 4 anos, começa às 13h, com ingressos a R$ 10. O tíquete para saborear a feijoada, com direito a uma caipirinha, também custa R$ 10.
A quadra do glorioso Império Serrano fica na Av. Ministro Edgard Romero, nº 114, em Madureira. Mais informações pelos tels. (21) 2489-8722 e 2489-5696. Censura livre.

pra quem estiver por lá, uma boa dica.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

DVD Dona Ivone lara



"Canto de Rainha" É o primeiro DVD na carreira da cantora e compositora Dona Ivone Lara e o CD Canto da Rainha.
O show, registrado em 11 de agosto de 2009 no Canecão, Rio de Janeiro, contou com a participação de grandes nomes da música brasileira: o seu primo, Mestre Fuleiro, Beth Carvalho, Jorge Aragão, Arlindo Cruz, Zeca Pagodinho, Gilberto Gil, Caetano Veloso, Délcio Carvalho, Bruno Castro, além da Velha Guarda de sua Escola, a G.R.E.S. Império Serrano, representada por Tio Hélio, Mano Décio, Bacalhau e o grande Silas de Oliveira.
Vale a pena conferir!
compre seu DVD através do nosso blog (click acima em submarino CDs)

CARNAVAL 2010

Por Mestre Afonso:

É claro que sou cheio de defeitos, sou humano. Alguns dizem que sou intransigente, teimoso, murrinha, radical, e outras coisas mais. Só não dizem que sou desonesto, porque nunca fui. Tenho o nome limpo e luto pela minha causa – com erros às vezes, mas luto com honestidade, sem dever nada a ninguém. Quando falo sobre o samba de Belo Horizonte, falo com conhecimento de causa, são 50 anos de avenidas e terreiros, convivendo quase que diariamente com todas as vertentes do samba da cidade.
Talvez o meu maior defeito, segundo algumas óticas, é não me calar diante das mentiras que ouço em nome do samba. Tenho certeza de que se eu fosse baba ovo e engolisse calado tudo que vejo de errado, seria – como já tentaram me fazer ser – o veículo ideal para as muitas “armações” que tentam impingir aos sambistas. Falo o que vejo, sinto, e posso provar.
Não caí de pára-quedas no samba, são 50 anos de lutas e 20 notas dez em 20 anos como diretor de bateria, aqui e no interior. Graças a Deus, seguindo os caminhos da franqueza e da verdade, sempre deixei amigos por todas as agremiações pelas quais passei. Como bem disse o grande Moacyr Luz: “O samba é tudo que eu sei, e momo é o único rei que amei”. E vamos nós:
Infelizmente tenho que criticar o que é mal feito. Não no sentido da critica pura e simples, mas sim na intenção de ver melhoramentos e avanços neste nosso tão combalido carnaval. No dia 5 passado fizeram no Mercadinho da Lagoinha, o que seria a apresentação dos sambas-enredos das escolas de samba e blocos caricatos de Belo Horizonte. Divulgaram bastante, convidaram representantes da Belotur (O Sr. Arthur Vianna estava lá), enfim, armaram o circo para impressionar, visando mais apoio e melhores verbas. Deu tudo errado.
Das escolas de samba – para apresentar seus sambas-enredos – só compareceram: BEM TE VI e IMPÉRIO DA NOVA ERA. Cidade Jardim, Chame-Chame, Canto da Alvorada, Unidos do Onça, Inconfidência Mineira, Acadêmicos de Venda Nova, e outras que dizem que vão participar do carnaval de 2010, apareceram, mas não apresentaram seus sambas. Bloco caricato apresentando samba, não vi, assim com também não vi nenhum representante de outras entidades representativas dos blocos e escolas de samba. Vi somente o presidente do Sambadez. Das escolas de samba que compareceram, somente as duas citadas (Bem-Te-Vi e Império da Nova Era) apresentaram samba-enredo: os Unidos Guaranis apresentaram um sarau com músicas da “velha-guarda da escola?”, e a escola de samba Imperatriz de Venda Nova, simplesmente abandonou a festa. E aqui defendo a atitude da diretoria da Imperatriz, a festa era para apresentação de samba-enredo.
A Imperatriz levou bateria, mestre-sala e porta-bandeira, enfim, foi para uma apresentação de samba e teve que ficar assistindo um sarau, que na verdade, apesar de bonito, nada tinha a ver com a intenção do evento. A escola de samba que melhor se apresentou – a mais organizada - foi a Bem-Te-Vi, principalmente pela bateria comandada pelo Deley, meu querido discípulo.
E assim, na minha ótica, perdemos mais uma oportunidade de aproximação real com o poder. O que vimos foi uma demonstração de desunião, desorganização, fraqueza.Sem união verdadeira de esforços, menos vaidade, mais capacidade e liderança, nosso carnaval jamais voltará a ser o que já foi um dia.
Obrigado, meu Deus, pela honra e a glória de ter nascido sambista.
mestreaffonso@bol.com.brBlog: http://mestreaffonsozip.net

Aline Calixto: melhor disco 2009 pela APCA


Aline Calixto foi o destaque da semana.
A mineira (por adoção) teve seu primeiro CD eleito o melhor disco do ano pela Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA).
A entrega do prêmio será em abril do ano que vem.
Ouça o disco AQUI.
No próximo dia 19, a cantora vai promover uma roda de samba especial de fim de ano no Music Hall: serão mais de 20 convidados: Affonsinho, Cubanito, Dé Lucas e Marina Gomes, Dona Lúcia Santos, Fabinho do Terreiro, Edu Krieger, Juliana Perdigão, Lucas Avelar, Mariana Nunes, Maurinho, Mestre Jonas e Fernandinho, Pedro Morais, Regina Souza, Renegado, Sérgio Achtschim, Sérgio Pererê, Túlio Mourão e Vander Lee.
Uma bela oportunidade do público mineiro abraçar a moça. Parabéns, Aline!!!
do blog de zu moreira.
(click na imagem)

OUTRA DICA QUE VALE A PENA:


Ex-crooner e estrela do Circo Lidia Togni, na Itália. A nova promessa do samba no Brasil. Voz poderosa e uma interpretação marcante.
CD de estréia produzido pelo respeitado Rildo Hora.
No repertório tem muito samba romântico e regravações de bambas do samba: “Dança das Mãos” (Jorge Aragão), “Benza Deus” (Luiz Carlos da Villa e Moacy Luz), entre outros.
Pega aí que é bom.

UMA NOVA VOZ, UMA NOVA SAMBISTA, UM BELO DISCO, UMA BOA DICA...



LUIZA DIONIZIO LANÇA_DEVOÇÃO.

Por Eugênia Rodrigues

Publicada em 23 de Novembro de 2009 (agendasambachoro)

Assunto: CDs


"Luiza Dionizio não é, como se já fosse pouco, apenas a maior cantora inédita em disco do Brasil, até este CD. Não é somente a voz mais interessante de uma Lapa cheia de vozes novas. Não é só a bola da vez. Nem aquela cantora que quem é malandro mesmo já identificou. Senão pergunte ao compositor Wilson Moreira ("o brilho de uma linda cor com toda a virtuosidade"), consulte tecnicamente a professora Fátima Guedes ("É uma das cantoras mais elegantes e exatas que eu conheço"), ou apenas observe a reação do público diante de suas apresentações no horário nobre, as noites de sábado, do Carioca da Gema, a famosa casa de samba da Lapa. Ou, ainda, lembre de quem é a voz que o genial e saudoso Luiz Carlos da Vila gostava tanto de ouvir nos seus momentos de entrega total à música, fora dos holofotes, num quintal da Vila da Penha natal de ambos... Não, Luiza Dionizio não é só isso. É, isto sim, uma espécie de utopia em forma de cantora. E não falo "utopia" assim, de forma abstrata, mas no sentido próprio da palavra: como algo que realiza o ideal que até então parecia inalcançável. Este primeiro disco de Luiza, ansiosamente esperado pelo mundo do samba, explica essa utopia.Afinal, que cantora é ao mesmo tempo oriunda das terras mais batidas do samba: os quintais da Vila da Penha, os pagodes do subúrbio, a quadra de seu Império Serrano, as tardes de samba do ClubeRenascença e a noite da Lapa. Refinada artística e tecnicamente, Luiza é conhecedora e devota das mais ricas tradições e, ao mesmo tempo, comprometida com a música popular contemporânea, com a renovação do samba, os novos autores. dizer mais?Quero dizer, indo direto ao ponto, que Luiza Dionizio é uma cantora ideal de samba neste inicio de século XXI."

Eu tenho o cd e indico.

onde comprar: http://www.fnac.com.br/devocao-FNAC,,musica-536827-2173.html

SABARÁ CRIOLO:


Sabará Criolo de Natal 2009 - festa de fim de ano. Neste dia comemoraremos o amor, a amizade, a saúde, o trabalho, a família e a arte!
A entrada é franca!
Serviço:
Sabará Criolo de Natal com Milena Torres, Marina Gomes, Marcelo Veronaz, Manu e Dj Lorão.
19 de dezembro
Buteco do Dilsinho, Praça da Igreja Velha, 96.
15 horas.
Entrada franca.
Josi Costa - Produtora(31) 9193-2774

Site "Agenda Samba & Choro"faz campanha para Walter Alfaiate

"(RJ) Doe sangue para Walter Alfaiate Por Eugênia Rodrigues

Amigos, nosso mestre Walter Alfaiate piorou e precisa urgente de doações de sangue. Para doar, é só ir ao Hemorio (na rua Frei Caneca, centro da cidade). Chegando lá, dizer que está doando sangue para WALTER NUNES DE ABREU, que está internado no HOSPITAL ESTADUAL ALOYSIO DE CASTRO, no Humaitá.

Aguarde informações sobre o show de apoio ao Walter dia 21 no Circo Voador.

Você pode buscar informações diretamente com a filha de Walter, a cantora Claudia Nunes, no e-mail claudianunes83@hotmail.com. Claudia está indo ao hospital todos os dias."

Piora estado de saúde de Walter Alfaiate

Piorou o estado de saúde do sambista carioca Walter Alfaiate, de 79 anos, internado desde o dia 26 de novembro.

Segundo a Secretaria estadual de Saúde, seu estado é grave e ele permanece no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Instituto estadual de Cardiologia Aloysio de Castro, no Humaitá, na Zona Sul do Rio.

Sambista Walter Alfaiate é internado no Rio


Cantor passou mal na última quinta-feira (26/11).Não há previsão de alta.

O sambista carioca Walter Alfaiate, de 79 anos, está internado, sem previsão de alta, no Instituto estadual de Cardiologia Aloysio de Castro, no Humaitá, na Zona Sul do Rio.
As informações são da Secretaria estadual de Saúde. O artista, que permanece na unidade cardiointensiva do hospital, está lúcido, se alimenta normalmente e apresenta quadro estável. Não há previsão de alta.
O músico, que é cardiopata crônico, deu entrada no instituto na manhã da última quinta-feira (26/11), com arritmia e insuficiência cardíaca.

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

2 DE DEZEMBRO - DIA NACIONAL DO SAMBA**

** Por Mestre Afonso


Comemorações, festas, Pagode do Trem, no Rio de Janeiro, enfim, este deveria mesmo ter sido um maravilhoso dia; mas não foi...O Dia do Samba aqui em Belo Horizonte é um dia como outro qualquer, onde o sambista profissional não tem o menor respaldo. O poder não dá o menor valor e nem incentiva, as comemorações não passam da esquina. Poucos são os que se voltam para os inúmeros problemas enfrentados pelos profissionais do samba no dia a dia. Casas são fechadas sem que entendamos os critérios, nenhum dono de casa faz contrato com sambista, sambista (a maioria) não paga INSS e nem a Ordem dos Músicos. Plano de saúde então, nem pensar.A relação entre os músicos de samba e a Ordem dos Músicos, seria cômica se não fosse trágica: o músico finge que paga e a Ordem finge que fiscaliza. E nessa briga entre o mar e o rochedo, quem paga o pato são os músicos que trabalham dentro da legalidade, embora quase tudo que os cercam seja ilegal. Conheço diversos músicos de samba que trabalham quatro horas por apresentação diurna ou noturna, e no final das contas recebem cachês abaixo da critica.Tem gente que toca quatro horas para receber dez reais. Isto porque o que tem de picareta na praça é brincadeira. Compra-se um pandeiro, coloca-se um chapéu quebrado na testa, um sapato de duas cores, e pronto, mais um “sambista” no pedaço. E na maioria das vezes esse sambista ou grupo de samba que chega, toca a troco de qualquer coisa: cervejas, ingressos para shows, pequenos favores, etc. Como não existe fiscalização, nem cobrança sobre qualidade musical, alguns donos de casas (pra baixar os custos) preferem os novatos aos profissionais.Tem também os eruditos que adoram mostrar seus conhecimentos: - Esta música foi composta por fulano de tal, no ano de 1928, às três horas da tarde, no boteco do Nonô. Eles se acham... Aliada à erudição pura e simples, erudição às vezes garimpada na internet, o sambista deveria se preocupar com o futuro, fazendo ou criando projetos que possibilitassem melhores condições para os sambistas do passado, do presente e do futuro. E aqui não quero entrar nas disputas pessoais, porque senão vou ficar um dia inteiro escrevendo.Penso que essas “comemorações” (existem ressalvas, mas elas infelizmente não produzem efeitos significativos) não nos levam a absolutamente nada. Servem para que possamos cantar e dançar nas senzalas que nos impõem todos os dias, fingindo dar alegria às irmandades submissas e desorganizadas do samba belo-horizontino. E assim vamos vivendo: o samba dos bares sobrevive longe da maioria das escolas de samba, as escolas de samba e os blocos caricatos não se entendem, enfim, cada um puxa a corda para o seu lado e a corda acaba não indo para lugar nenhum.Quanto ao poder público, excetuando-se no momento a Frente Parlamentar em Defesa do Carnaval, formada por vereadores na Câmara Municipal de Belo Horizonte, diante de tanta bagunça e principalmente desunião, fica muito a vontade para nos oferecer migalhas. Sonho com o dia - não sei se vou ver - em que as consciências se voltem para o coletivo. Sonho com o dia em que existam competições, mas com respeito e dignidade. Sonhos com o dia em que ao invés de comemorar sonhos, possamos comemorar realidades.O Dia do Samba foi instituído pela Câmara de Vereadores de Salvador em 1940, como parte das homenagens ao compositor Ary Barroso (Ubá, Minas Gerais, 7 de novembro de 1903 — Rio de Janeiro, 9 de fevereiro de 1964), autor de “Aquarela do Brasil”, entre outros clássicos, para marcar a primeira visita de Barroso à Bahia. A comemoração se espalhou e, em 1963, foi instituído o Dia Nacional do Samba.Obrigado, meu Deus, pela honra e a glória de ter nascido sambista.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

(RJ) Pagode do Trem celebra o Dia Nacional do Samba esta quarta!

Por Eugênia Rodrigues

Que beleza! Chegou 2 de dezembro, esse dia tão esperado por "nós do samba"! O Pagode do Trem, que acontece esta quarta, é um evento democrático, bonito e seguro que celebra o Dia Nacional do Samba. Eu vou todo ano!Copiei e colei as informações completas aqui. Lembra das dicas que a Agenda já deu, né... Leve pouca coisa (porque sambar com bolsão não dá) e não se preocupe com a volta. Sempre aparece uma kombi para a Central, ou uma van para a zona sul, ou um ônibus para Madureira (onde tem condução toda hora para o centro). Eu sempre consegui voltar! :) Nos últimos anos (inclusive agora) tem um trem que volta de Oswaldo Cruz 1 da manhã, em direção à Central. Escolha seu vagão com base na lista abaixo. Ah! Nem sempre a gente consegue ir no vagão que se quer, ou porque está cheio, ou porque a gente não acha, mesmo. Não se preocupe. Quando isso acontece, as próprias pessoas vão cantando sambas no gogó até chegar a Oswaldo Cruz. Sem música seu vagão não fica.Vamos às informações enviadas pelos organizadores? Nos vamos lá!"O Pagode do Trem, tradicional evento criado para celebrar o Dia Nacional do Samba no Rio de Janeiro, terá sua 14ª edição na quarta-feira, 2 de dezembro. Idealizado e comandado pelo cantor e compositor Marquinhos de Oswaldo Cruz, o samba sobre os trilhos deve atrair, este ano, muitos amantes do ritmo mais popular do país, já que a programação é gratuita e reunirá grandes sambistas, como Monarco e Tia Surica, representando a Velha Guarda da Portela, e bambas como Almir Guineto, Walter Alfaiate, Nelson Sargento e Mauro Diniz.Também participarão da exaltação ao samba as velhas guardas da Mangueira, do Império Serrano, da Vila Isabel e do Salgueiro, além de blocos como o Cacique de Ramos. Como o trem do samba vai dar partida em dia de semana, Marquinhos de Oswaldo Cruz espera que muitos trabalhadores embarquem na animada viagem, que tem início na Central do Brasil e só termina em Oswaldo Cruz.- Numa sociedade que às vezes banaliza suas tradições, comemorar o Dia Nacional do Samba dentro de um trem é fazer o caminho inverso. Meu objetivo é reunir o Rio de Janeiro com destino a Oswaldo Cruz, que é rodeado de duas das maiores escolas de samba cariocas, que são a Portela e o Império Serrano. E, além de brindar a todos com um enriquecedor passeio pelo reduto do samba, meu desejo é sempre permitir que quem vive ou esteja de passagem pelo Rio possa saborear e difundir a história desse lugar tão repleto de memórias culturais – diz Marquinhos, que de tanto amar Oswaldo Cruz fez do bairro da Zona Norte seu sobrenome.Para atravessar a cidade no trem do samba é preciso apenas 1 kg de alimento não perecível, que para ser trocado por ticket deve ser entregue na bilheteria da Central do Brasil. Os alimentos arrecadados serão doados para o Banco Rio de Alimentos, do programa Fome Zero. Mas, além da doação, Marquinhos faz um apelo a quem for ao evento:- Gostaria que todos que costumam ir vestindo camisas de escolas de samba abram mão de suas paixões apenas no dia 2 e compareçam usando branco. É um pedido de paz – resume o sambista.A programação na Central começa às 16h, com shows do próprio Marquinhos e das velhas guardas das escolas, em formato de esquenta para a saída dos quatro trens disponibilizados pela SuperVia. O primeiro sai às 19h15 e os demais a cada 30 minutos.Já em Oswaldo Cruz, a festa pelo Dia Nacional do Samba terá três opções de palco, todos com shows variados, além de inúmeras rodas de samba para festejar a data.Para atender ao público, estimado em 50 mil pessoas, mesmo número do ano passado, também haverá trens para quem for a Oswaldo Cruz, mas quiser voltar à Central do Brasil. O último retorno está previsto para 1h da manhã.Com apresentação da Petrobras e da SuperVia, o Pagode do Trem 2009 tem apoio da Prefeitura do Rio, da Riotur, da Capemisa, do Ministério da Cultura, do Ministério do Turismo, da Caixa Econômica Federal, da Secretaria Especial de Promoção de Políticas de Igualdade Racial, da Lei Rouanet e do Governo Federal. A promoção é da rádio MPB FM.

Serviço:

PAGODE DO TREM 2009

(DIA NACIONAL DO SAMBA - 2 DE DEZEMBRO)
HORÁRIOS: CONFERIR NA PROGRAMAÇÃO
INGRESSO PARA OS SHOWS: GRÁTIS
INGRESSO DOS TRENS: 1 KG DE ALIMENTO NÃO PERECÍVEL. TROCA DOS TICKETS DE SEXTA À TERÇA-FEIRA, SEMPRE A PARTIR DAS 14H, NA CENTRAL DO BRASIL. NO DOMINGO, NÃO HAVERÁ TROCA.
TOTAL DE INGRESSOS PARA OS TRENS: 3.500
PARTIDA DOS TRENS: CENTRAL DO BRASIL – AV. PRESIDENTE VARGAS, S/N


IDA: TREM 1 (19H15), TREM 2 (19H45), TREM 3 (20H15) E TREM 4 (20H45)

VOLTA: TREM 1 (23H), TREM 2 (23H30), TREM 3 (00H) E TREM 4 (01H)
INFORMAÇÕES: (21) 3826-0140 (PRODUÇÃO)PAGODE DO TREM 2009
02 de dezembro de 2009 (Dia Nacional do Samba)

PROGRAMAÇÃO COMPLETA
SHOWS DE ABERTURA

LOCAL: CENTRAL DO BRASIL – A PARTIR DAS 16H·
Abertura: A companhia "Dançando para não dançar" homenageia Luiz Carlos da Vila e Pixinguinha·
Bateria do Mestre Faísca
Marquinhos de Osawldo Cruz
Velha Guarda da Portela
Velha Guarda do Império Serrano
Velha Guarda da Mangueira
Velha Guarda do Salgueiro
Velha Guarda da Vila Isabel
Nelson Sargento
Wilson Moreira
Walter Alfaiate

PARTIDAS DOS TRENS PARA OSWALDO CRUZ:
PRIMEIRO TREM – SAÍDA: 19h15 – PLATAFORMA 2A
Vagão 1 – Velha Guarda da Portela e Marquinhos de Oswaldo Cruz
Vagão 2 – Pagode da Tia Doca
Vagão 3 – Bloco da Cachaça
Vagão 4 – Pagode do Negão da Abolição
Vagão 5 – Grupo Autonomia
Vagão 6 – Clube do Samba
Vagão 7 – Embaixadores da Folia
Vagão 8 - Quilombo

SEGUNDO TREM – SAÍDA: 19h45 – PLATAFORMA 2B
Vagão 1 – Velha Guarda do Império Serrano e Ruivão
Vagão 2 – Grupo Roda do Bip
Vagão 3 – Pagode do Nelsinho e da Wilma
Vagão 4 – Bateria do Mestre Faísca
Vagão 5 – Manga Preta
Vagão 6 – Pagode da Tia Ciça

TERCEIRO TREM – SAÍDA: 20h15 – PLATAFORMA 2A
Vagão 1 – Velha Guarda da Mangueira
Vagão 2 – Velha Guarda do Salgueiro
Vagão 3 – Pagode do Sambola com Democráticos de Guadalupe
Vagão 4 – Bloco Voltar pra Quê?
Vagão 5 – Grupo Samba pra Valer
Vagão 6 – Grupo Regente

QUARTO TREM – SAÍDA: 20h45 – PLATAFORMA 2B
Vagão 1 – Velha Guarda da Vila Isabel
Vagão 2 – Grupo Parados na Ponte
Vagão 3 – Quizomba
Vagão 4 – Cacique de Ramos
Vagão 5 – Pagode do Renascença
Vagão 6 – Democráticos de Guadalupe
Vagão 7 – Grupo Nossa Arte de Niterói
Vagão 8 – Locomotivas do Samba

SHOWS EM OSWALDO CRUZ
PALCO 1: Rua João Vicente, ao lado da Estação de Oswaldo Cruz – Horário: 19h à 01h·

Nem e Pagode da Tia Doca
Marquinhos de Oswaldo Cruz
Délcio Carvalho
Bandeira Brasil
Noca da Portela
Almir Guineto
Marquinhos Diniz

PALCO 2: Rua Átila da Silveira, em Oswaldo Cruz – Horário: 19h à 01h·
Partideiros do Cacique
Marquinhos de Oswaldo Cruz
Mauro Diniz
Ernesto Pires
Zé Luiz do Império
Toninho Geraes

PALCO 3: Praça Paulo da Portela, em frente à Portelinha, em Oswaldo Cruz – Horário: 19h à 01h
Grupo Descendo a Serra
Velha Guarda da Portela
Velha Guarda do Império Serrano
Velha Guarda da Mangueira
Velha Guarda do Salgueiro
Velha Guarda da Vila Isabel
Ari do Cavaco
Anderson Paz
Tantinho da Mangueira

RODAS DE SAMBA EM OSWALDO CRUZ – DAS 20H À 01H

RODA DE SAMBA 01 – Bloco da Cachaça
RODA DE SAMBA 02 – Grupo Manga Preta
RODA DE SAMBA 03 – Grupo Autonomia
RODA DE SAMBA 04 – Quizomba
RODA DE SAMBA 05 – Mestre Faísca
RODA DE SAMBA 06 – Democráticos de Guadalupe
RODA DE SAMBA 07 – Clube do Samba
RODA DE SAMBA 08 – Pagode do Gil com Grupo Parados na Ponte
RODA DE SAMBA 09 – Pagode da Tia Ciça
RODA DE SAMBA 10 – Pagode da Dulcinha e do Zau
RODA DE SAMBA 11 – Luciano da Carvoaria com Quilombo
RODA DE SAMBA 12 – Pagode do Renascença
RODA DE SAMBA 13 – Grupo Senzala
RODA DE SAMBA 14 – Pagode da Vera Caju com Embaixadores da Folia
RODA DE SAMBA 15 – Grupo Regente
RODA DE SAMBA 16 – Pagode do Nelsinho e da Wilma
RODA DE SAMBA 17 – Roda do Bip

BLOCO DE PARTIDO ALTO
Local: Vai da Rua Carolina Machado (esquina com Rua Fernandes Marinho) à Praça Paulo da Portela (Oswaldo Cruz) – Início: 20h

Marquinhos de Oswaldo Cruz
Cacique de Ramos
Renatinho Partideiro"