FAÇA SUAS COMPRAS PELO NOSSO BLOG.

Top30 Brasil - Vote neste site!
FAÇA SUAS COMPRAS PELO NOSSO BLOG. Concurso de sites Top30.
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina
Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

NIL LUS*

*Por Mestre Afonso.

Palácio das Artes, em Belo Horizonte, dia 11 de novembro de 2009, a Cia Chaplin, apresentou o show duplo de lançamento: Romance com trilha sonora e CD gravado ao vivo no Montreaux Jazz Festival – Suíça.
Organização impecável da Cia Chaplin, sob a direção da Magdalena Rodrigues; show de primeiro mundo, desde a entrega dos convites até o coquetel na saída do teatro. A banda que fez parte do show merece destaque: Dalton Palmieri, Rodrigo Gonçalves, Matheus Moreno, Zeuler Michelina, Joimar Santos, Dil França, Dudu Braga, Liliane, Joyce e Carol, as três últimas como Back Vocais. Todas as letras e músicas de autoria do Nil Lus.Iluminação perfeita, som da melhor qualidade, enfim, tudo nota 10.Alguns momentos marcaram as mentes dos que lá estiveram. Trapezistas balançando sobre o público, a música “Minha Primeira Casa” que nos levou às lágrimas e a apresentação da Orquestra Jovem de Contagem, formada por jovens e crianças, sob a regência do Maestro Renato Almeida.Meu Deus, quanta beleza. “Enquanto uma criança ou jovem trouxer nas mãos um instrumento musical, menos espaço para as armas e as drogas”.Foi lindo ver aquelas crianças e jovens tocando como gente grande. E grandes eles e elas são. Em cada semblante a seriedade de profissionais, em cada rosto a dedicação à música, em cada nota musical o amor derramado pelas cordas de violinos maravilhosos, acompanhados por flautas cuja docilidade invade a alma. Crianças e jovens humildes cobertas pelo ouro das mãos de Deus.Parabéns a todos que fazem parte desse projeto, com certeza vocês estão demonstrando que a marginalidade não é o melhor caminho para crianças e jovens das classes menos favorecidas. Estão demonstrando, na prática, que o mundo da música pode e deve ser melhor assistido pelas autoridades, para que formássemos músicos, criando um norte de vida da maior importância para as comunidades carentes de todo o país. Parabéns Nil Lus, foi uma grande, enorme visão. Visão de quem é grande por dentro e por fora, visão de quem conhece e luta contra as agruras da vida.Eu não poderia encerrar essa matéria sem falar da música “Minha Primeira Casa”. Sabe Nil, quando você cantou essa música, olhei para todos os lados e só vi lágrimas. Lágrimas principalmente daqueles, que como eu, esperam com alegria pelo dia do reencontro.Senti minha mãe sentada ao meu lado, toquei seus cabelos, beijei seu rosto, e bem e lentamente, curtindo todos os momentos, voltei à minha primeira casa.E assim irmão, remando em lados opostos do atlântico, mas firmes como timoneiros, vamos a cada vez mais consolidando a nossa grande amizade.Que Deus ilumine sempre a sua vida meu querido irmão Nil Lus.Durante muitos anos o artista assinou Nil Luz, a partir de 2008, depois de ter feito uma numerologia cabalística, ele mudou o nome para Nil Lus com (s). Cantor, compositor, nasceu em Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil. Licenciado pela UFMG, em Educação Física e em Administração de Empresas e Economia pela FUMEC, ex-atleta da Seleção Nacional de Handall (campeão sul-americano) e também conhecido como Canhão. Escreveu seu primeiro livro aos dez anos de idade: “Pássaro de Fogo”. Premiado no 1º Concurso Nacional Fritz Teixeira Salles de poesia com o tema “Poemia”.
Nil Lus já compôs mais de 350 canções (letras e músicas). Viajou em concertos pela América, Europa e Ásia. Em Portugal fundou o projeto Lusofonia “Sons da Fala” com Sérgio Godinho, Vitorino, Tito Paris e outros. Participou do 38º Montreaux Jazz Festival, em julho de 2004.Em 2009 Nil Lus gravará seu primeiro DVD.Obrigado, meu Deus, pela honra e a glória de ter nascido sambista.
*Afonso Marra Filho, o Mestre Affonso, é natural de Belo Horizonte. Músico, produtor, radialista, colunista, está imerso no mundo do samba há 50 anos.

Nenhum comentário: